História da África – Livros e Vídeos

historia-da-africa

As pessoas têm um costume que deveria ser abolido: ficar com o mais fácil. O que quero dizer com isso? Aceitamos a primeira versão do que nos contam de algo só porque pesquisar é trabalhoso, demanda tempo e nos obriga a refletir.

Um exemplo clássico é a história do nosso país. Na escola aprendemos que tudo começou em 1500. Se juntarmos a história Cristã, que a maioria quando criança, (antes de frequentar a escola) ouviu como sendo a história da humanidade e a história da Europa juntamente com a do Brasil, parece que Jesus nasceu (ele nem sabia que o ano do seu nascimento seria o ano 1), viveu 33 anos, depois disso, vamos para a Idade Média, onde o Catolicismo reinou até a Reforma Protestante, sendo que a Idade Média começa por volta do século X e dura cerca de 1.000 anos, terminando no século XV (1400 – 1500).

Eis que surge o Brasil! … o restante já sabemos. Será? Porque o que determina o restante é exatamente o antes. Então, como sabemos de verdade o restante se nunca nos ensinaram o antes? Alguém sabe dizer o que era a América antes da grande colonização Européia? E a África? Alguém sabe dizer o que era antes das grandes navegações? Será que existiam vidas nesses lugares?

Essas perguntas deveriam ser feitas sempre e a todo momento, mas somos condicionados a nos contentar com o fácil, com a versão pronta. E sempre contada por brancos, mesmo se tratando de povos indígenas e negros. Aqui na América existiam os povos indígenas e suas diversas etnias e na África existiam os povos africanos e suas diversas etnias.

1644-map-of-Africa-Made-by-Blaeu-Willem-Janszoon-1571-1638.-1024x770

1644 map of Africa Made by Blaeu, Willem Janszoon, 1571-1638.

Você sabe a História da África? Se você for das gerações de 90 para baixo, com certeza sabe bem pouco, se for das gerações 2000 para cima, deve conhecer uma coisa ou outra. Por que isso acontece? Porque nas escolas não se contavam as histórias de outros povos que não fossem Europeus. Por isso que muitos brasileiros buscam suas referências ou seus ancestrais na Europa, porque essa foi a única versão ensinada: Tudo começou coma chegada de um Europeu chamado Cabral!

Sabe quando começamos a “desconstruir” essa versão e conhecer as outras que compõem nossa hitória? Em 1996, ano da lei 10.639 que tornou obrigatório o Ensino da Cultura Afro nas escolas. Porém, não só os negros africanos faziam parte do povo brasileiro, tinham vidas aqui, antes do tal Cabral chegar: os indígenas. Então, quase 10 anos depois, em 2008 é cria a lei 11.645 que torna obrigatório, também, o ensino da Cultura Indígena nas escolas.


HISTÓRIA DA ÁFRICA

Agora que “já” sabemos que a vida humana não começa com Cristo (mundo) nem em 1500 (Brasil), vamos tirar esse abismo que existe na linha do tempo da Humanidade e entender mais sobre os povos Africanos? Afinal de contas, eles não nasceram dentro de um navio negreiro e nem escravos!

Povos-da-Africa

Essa imagem está no site: http://www.megatimes.com.br/2013/07/africa-geografia-e-historia-da-africa.html


A África é um continente imenso e muito rico, seja de matéria-prima, seja pela sua natureza ou pelas culturas de suas etnias. Por isso, um post não daria conta de apresentar tantos registros, relatos e detalhes.

Por isso, vamos deixar disponíveis vídeos que contam um pouco sobre a cultura africana, um livro bem didático com a linha do tempo e uma coleção (com mais de 8.000 páginas) que traz a história da África!

LIVROS

COLECAO-LIVROS-HISTORIA-DA-AFRICA

HISTÓRIA DA ÁFRICA I – Metodologia e pré-história da África

HISTÓRIA DA ÁFRICA II – África antiga

HISTÓRIA DA ÁFRICA III – África do século VII ao XI

HISTÓRIA DA ÁFRICA IV – África do século XII ao XVI

HISTÓRIA DA ÁFRICA V – África do século XVI ao XVIII

HISTÓRIA DA ÁFRICA VI – África do século XIX à década de 1880

HISTÓRIA DA ÁFRICA VII – África sob dominação colonial, 1880 – 1935

HISTÓRIA DA ÁFRICA VIII – África desde 1935


linha-do-tempo-povos-africanos

Livro: O tempo dos povos Africanos – Elisa Larkin Nascimento

Neste link você encontra mais de 250 livros sobre a cultura africana: https://drive.google.com/drive/folders/0Bz1e3NRBQlZwa25RZGFjY3U0MjQ


DOCUMENTÁRIOS

“África: uma História Rejeitada” – Documentário “Civilizações Perdidas”

DOC:Os Reinos Perdidos da África – Vol. 1 – Nubia [Português]

DOC:Os Reinos Perdidos da África – Vol. 2 – Etiópia [Português]

Munidos de informação somos capazes de formular nossas próprias ideias sobre as coisas. Questionar, buscar e refletir serão sempre ações humanas positivas e fortes armas contra o preconceito que destrói o amor que deveríamos sentir uns pelos outros!

Por Cinthia Almeida

 

Anúncios

Palestra: A presença da esquerda no Brasil

O Encontro teve sua continuidade hoje (05/09) com o tema central: Revolução Russa, e os aspectos trabalhados na manhã fora em torno da presença da Esquerda no Brasil, as greves e uma análise sobre o livro A Utopia (Thomas More) e a ideia que temos do que é algo Utópico. Os palestrantes foram: Prof.ª Kátia Kenez (UNINOVE) e Prof. Dr.  Murilo Leal (UNIFESP – OSASCO).

Este slideshow necessita de JavaScript.

Veja o vídeo da segunda parte da palestra com o Prof. Dr.  Murilo Leal (UNIFESP – OSASCO), registro feito pelo Prof. Renê Rojo : goo.gl/eWvCWU

Galeria de fotos do evento

Equipe do site Ciências Sociais Uninove

Palestra: Aspectos econômicos da Revolução Russa e sua influência na primeira República Brasileira

Palestra-Noturno-040917O Encontro da História com as Ciências Sociais continuou no período da noite (19h30 , e convidou palestrantes para expor outros pontos sobre o tema principal do encontro: Revolução Russa.

O Prof. Dr. Everaldo de Oliveira Andrade (Docente de História Contemporânea da USP e estudioso da América Latina), falou sobre a Revolução Russa e a Economia às vésperas do movimento, já o Prof. Ms. Geraldo Jose Alves (História- UNINOVE), abordou o tema Reflexo da Revolução Russa na Primeira República Brasileira e por fim, o Prof Dr. Alfredo Oscar Salun (História – UNINOVE), acerca do tema: Revolução Russa: antecedentes.

Veja o vídeo do palestra: goo.gl/an4rBn

Palestra-Noturno-040917-2

Equipe do site Ciências Sociais Uninove