Dia Internacional do Orgulho LGBT

“Rebelião de Stonewall”

Popularmente conhecida como dia do “Orgulho Gay”, a data do dia 28 de junho nos remete aos acontecimentos de 1969, tendo sua origem nas lutas em torno do bar Stonewall em Nova York, naquele ano uma multidão se rebelou contra a polícia, que tentava prender homossexuais. Época em que não eram permitidos espaços para convivência das pessoas LGBT. O bar Stonewall localizado na Rua Christopher no bairro de Greenwich Village, no centro da zona gay da cidade de Nova York (EUA), servia de ponto de encontro a uma grande variedade de tipos de pessoas, especialmente jovens, sendo uma alternativa para o publico gay visto que não existiam espaços ao qual o publico pudesse abertamente frequentar.

OrgulhoLGBT

Na noite de 28 de junho de 1969 uma força policial invadiu o bar Stonewall, o que já era fato comum na época. O publico do bar se rebelou contra os maus-tratos de policiais que costumavam invadir o local, extorquir e até prender os frequentadores. Foi nessa noite que os frequentadores cerca de 400 pessoas se revoltaram, e o motim veio seguido de violentos protestos. Esse dia marcou o que ficou conhecido como “Revolta de Stonewall” e deu início à luta LGBT contra o preconceito, o dia 28 de junho também é conhecido como “Dia da Libertação da Rua Christopher”, foi à primeira de várias noites em que a famosa rua se transformou num verdadeiro campo de batalha.

“De repente, o camburão chegou e o clima esquentou. Três das mais descaradas travestis – todas em drag – foram empurradas para dentro da viatura, junto com o barman e um outro funcionário, sob um coro de vaias da multidão. Alguém gritou conclamando o povo a virar o camburão. Nisso, saía do bar uma sapatona, que começou uma briga com os policiais. Foi nesse momento que a cena tornou-se explosiva. Latas e garrafas de cerveja começaram a ser atiradas em direção às janelas e uma chuva de moedas foi lançada sobre os tiras…”, saiu no Village Voice No dia seguinte, os policiais voltaram ao bar. Mas a multidão de gays, lésbicas e travestis também voltaram mais organizadas, com uma atitude mais política, e alguns começaram a pichar frases nas vitrines e nas paredes, reclamando direitos iguais. Outros gritavam exigindo o fim das batidas nos bares gays. Novamente a multidão atirou pedras e garrafas em direção aos policiais e novamente a polícia investiu contra os manifestantes.

Uma placa foi colocada à vista no bar onde os visitantes podem reconhecer alguns nomes inscritos, entre eles Gunner Scott, director do Massachusetts Transgender Political Coalition (MTPC); Grace Sterling Stowell, directora executiva da Boston Alliance of GLBT Youth (BAGLY); a sempre activista Nancy Nangeroni, ex-presidenta da International Foundation for Gender Education (IFGE) e ex-“co-host” da GenderTalk Radio, hoje na GenderVision; e Cole Thaler, membro fundador da MTPC, hoje advogado de direitos transgénero na nova-iorquina Lambda Legal.Todos esses, heróis de 1969.” (The Village Voice é um jornal independente de Nova York).OrgulhoLGBT1

O embate, que durou vários dias, ganhou adeptos e teve repercussão na imprensa norte-americana. Por causa do movimento, a data 28 de junho foi oficializada como o Dia Internacional do Orgulho LGBT.

OrgulhoLGBT2

Um ano depois, em 1970, militantes foram às ruas de São Francisco, Los Angeles e Nova York para celebrar o aniversário do ato de Stonewall. A manifestação ficou conhecida como a primeira parada gay da história.

Aqui no Brasil a primeira para do Orgulho Gay foi em 1997 e surge em referência à data de 28 de junho de 1969.

Infelizmente ainda hoje temos muito de 1969, ainda sofremos com a perseguição, discriminação e as violências por causa de nossa orientação sexual ou identidade de gênero, onde segundo dados do Grupo Gay da Bahia (GGB) a cada 25hs um LGBT é morto no Brasil vitimas da homofobia, ódio e ignorância.

Para conhecermos mais detalhes da luta, fizemos uma linha do tempo que traz os temas abordadas em todas as paradas gays que tivemos na cidade de São Paulo:

21ª PARADA GAY DA CIDADE DE SÃO PAULO

20ª PARADA GAY DA CIDADE DE SÃO PAULO

19ª PARADA GAY DA CIDADE DE SÃO PAULO

18ª PARADA GAY DA CIDADE DE SÃO PAULO

17ª PARADA GAY DA CIDADE DE SÃO PAULO

16ª PARADA GAY DA CIDADE DE SÃO PAULO

15ª PARADA GAY DA CIDADE DE SÃO PAULO

14ª PARADA GAY DA CIDADE DE SÃO PAULO

13ª PARADA GAY DA CIDADE DE SÃO PAULO

12ª PARADA GAY DA CIDADE DE SÃO PAULO

11ª PARADA GAY DA CIDADE DE SÃO PAULO

10ª PARADA GAY DA CIDADE DE SÃO PAULO

PARADA GAY DA CIDADE DE SÃO PAULO

PARADA GAY DA CIDADE DE SÃO PAULO

PARADA GAY DA CIDADE DE SÃO PAULO

PARADA GAY DA CIDADE DE SÃO PAULO

PARADA GAY DA CIDADE DE SÃO PAULO

PARADA GAY DA CIDADE DE SÃO PAULO

PARADA GAY DA CIDADE DE SÃO PAULO

PARADA GAY DA CIDADE DE SÃO PAULO

PARADA GAY DA CIDADE DE SÃO PAULO

Por Alex Faria

Anúncios

Uma resposta em “Dia Internacional do Orgulho LGBT

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s