Por que escolhi Ciências Sociais? Relatos de uma Jornalista

Gravação na cobertura do prédio 14 Bis

Essa foto é especial por juntar minhas duas profissões: Jornalista e Cientista Social*

Quando penso: Por que escolhi Ciências Sociais? Sempre me vem a resposta: Porque sempre fui uma pessoa inquieta com as questões sociais, sempre quis entender as coisas que aconteciam ao meu redor, e todas as vezes que eu busquei respostas, eu ouvi: “São coisas da vida! Acontece, não tem muita explicação!” … #SensoComum

Antes mesmo de saber o que era o senso comum, eu já tinha essa percepção sobre as opiniões das pessoas que, muitas vezes, não sabiam ler o próprio nome, mas cravam em suas certezas sobre as mazelas sociais. Quase todos diziam que os pobres nasciam pobres por uma questão de “querer divino” e que a visa deveria seguir assim, sem uma interferência ou questionamento, era coisa de Deus!

Em 2006, o “encanto” se quebrou e eu me libertei! Sai do mundo cor-de-rosa do senso comum e decidi que iria entender as coisas da vida. Eu sabia que na Filosofia eu encontraria algo e na Sociologia eu entenderia a sociedade. Foi então que descobri que era isso mesmo que eu queria para a minha vida: Filosofar as soluções para as mazelas sociais!

Eu tinha o conhecimento sobre o profissional chamado Sociólogo, que aqui no Brasil não tinha tanto respeito na atuação social, apesar de ser essencial. Decidi que seria Socióloga e mais alguma coisa. Sabia que tínhamos 3 poderes oficiais (mas não curtia nenhum deles) e um poder “surgindo” (Imprensa), então, escolhi ser uma Socióloga que saberia usar a Comunicação como ferramenta de transformação social.

Hoje sou formada, jornalista que não exerce a função por não compactuar com a postura da Imprensa Brasileira. Estou em vias de concluir a graduação em Ciências Sociais e posso afirmar com certeza: foi a melhor escolha que eu fiz! #EstouApaixonada

O curso é assustador por conta:

  • Da quantidade de informação que você recebe;
  • De todas as provocações e questionamentos que você se obriga a fazer;
  • Dos conhecimentos sobre as áreas tão pouco divulgadas: Antropologia e Ciência Política;
  • Professores com uma bagagem fantástica, tanto no conteúdo acadêmico (formação), como vivência (experiências vividas em campo, presenciamento fatos históricos);
  • Interação com as mais diversas opiniões;
  • Carga de leitura e escrita bem densas, porém, direcionada e focada para o desenvolvimento científico e social do aluno.

Queria dividir como fiz minha escolha, porque é diferente das escolhas de todos os outros alunos e pode ser diferente da sua! E, mais importante que decidir, é gostar da escolha! Pois ela vai nortear sua vida e proporcionar os seus momentos felizes ou não! 😉

*Sobre a foto: Ela foi tirada em 2010, ano que fiz meu TCC de Jornalismo. Fiz o documentário social: Conjunto Santos Dumont – O Lado A da história

Por Cinthia Almeida

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s