Fotos da Visita à Escola Nacional Florestan Fernandes – Parte 2

Os alunos do curso Ciências Sociais juntamente com alguns professores, foram visitar a Escola Nacional Florestan Fernandes. Uma experiência muito rica, que traz temas e o próprio Florestan, que são debatidos em sala, para a vivência do dia a dia, demonstrando que o materialismo histórico dialético não deve ser apenas no discurso, mas nas ações sociais e políticas e de forma efetiva. (Veja a Parte 1)

Fotos da Visita à Escola Nacional Florestan Fernandes – Parte 1

Os alunos do curso Ciências Sociais juntamente com alguns professores, foram visitar a Escola Nacional Florestan Fernandes. Uma experiência muito rica, que traz temas e o próprio Florestan, que são debatidos em sala, para a vivência do dia a dia, demonstrando que o materialismo histórico dialético não deve ser apenas no discurso, mas nas ações sociais e políticas e de forma efetiva. (Veja a Parte 2)

12ª Parada Gay da cidade de São Paulo

2008 – “Homofobia Mata! Por um Estado Laico de Fato”

No dia 08 de Junho de 2008, durante a I Conferência Nacional GLBT, promovida pelo Governo Federal, envolvendo mais de 10 mil pessoas em conferências estaduais e 1.200 delegados/as nacionais, reunidos em Brasília, decidiu-se pelo uso da terminologia LGBT para identificar a ação conjunta de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais, no Brasil. Posteriormente, em dezembro de 2008, no maior evento do movimento LGBT do Brasil, o Encontro Brasileiro de Lésbicas, Gays, Bissexuais,Travestis e Transexuais – EBLGBT também decidiu-se pelo uso do termo LGBT. (fonte: ABGLT)

Nas edições das Paradas anteriores a sigla vinha como GLBT, na 12ª edição ocorrida no dia 25/05/2008 sob tema “Homofobia Mata! Por um Estado Laico de Fato”, a Parada Gay altera a ordem da sigla, após algumas discussões políticas, o movimento decidiu dar uma maior visibilidade as lésbicas e alterou a ordem das letras, colocando o “L” em frente da sigla, ficando como “LGBT” (lésbicas, gays, bissexuais, travesti, transgêneros e transexual). Em outros países essa ordem da sigla já vinha sendo adotados em movimentos desse publico.

bannerParadaGay12

Cartaz anunciava a Parada – 2008

Com uma estimativa de 3,4 milhões de pessoas segundo a organização da Parada a Av. Paulista foi tomada pelo publico LGBT e simpatizantes do movimento para trazer em discussão a necessidade de aprovação do Projeto de Lei Federal 122/06 que ainda tramitava no Senado, que criminaliza a homofobia, o tema reforça a necessidade de uma legislação livre de influência religiosa, houve reivindicações para a aprovação do Projeto de Lei 5003/01 da Câmara dos Deputados que criminaliza a homofobia e pune quem discriminar homossexuais em espaços públicos ou privados, no ambiente de trabalho, e também quem impedir a expressão de afetividade entre pessoas do mesmo sexo.

Em entrevista concedida a Radioagência do Planalto naquele ano, o presidente da APOGLBT-SP, Alexandre Santos, informava que o projeto de lei havia sido aprovado na Câmara, mas teve a votação adiada no Senado por pressão de líderes religiosos. Para ele “muitos políticos usam o espaço do senado como espaço de igreja e com isso deixam de lado os direitos da população. Estamos com esse tema principalmente para tentar aprovar a Lei que criminaliza a homofobia. O Projeto de Lei da ex-deputada federal Lara Bernardi (PT/SP) mesmo aprovado no Congresso, está parado no Senado. O PL não foi aprovado por questões religiosas, o Senado tem uma bancada religiosa muito grande. Estamos pedindo um Estado Laico porque nosso país é regido por leis e não por religiões. Alguns senadores estão usando o púlpito do senado como púlpito de igreja. Queremos deixar claro que as leis são para cidadãos, independente de raça, cor, crença ou orientação sexual.”

O Estado Laico é a separação entre religiosidade e estado. Não é a negação das religiões e nem se propõem um estado ateu. Pelo contrário, é o respeito oficial pelos vários cultos existentes no Brasil. A laicidade também garante que as decisões do estado não sejam pautadas por crenças de fé individuais ou coletivas.


LEIA MAIS


Por Alex Faria


Estamos fazendo uma Pesquisa de Qualidade de Conteúdo, por favor, nos ajude avaliando o texto! 😀 #Obrigada 

Saiba mais sobre o: Sorteio

Responderemos para quem participar, enviando um número de identificação para o sorteio que faremos (no final do semestre) de livros de Ciências Sociais! #EquipeSociaisUninove