Vídeos da Coleção Sociologia no Ensino Médio

O mês de setembro é especial e ao mesmo tempo triste por diversos motivos. Começa a Primavera, lembramos da Ditadura no Chile (1973), atentado às Torres Gêmeas nos EUA (2001), e agora, em 2016 pela MEDIDA PROVISÓRIA No – 746, DE 22 DE SETEMBRO DE 2016, que propõe uma reforma no Ensino Médio.

Umas das mudanças que pode ser oficial é a que atingem 4 disciplinas essenciais para a construção do pensar, do saber e do sentir: Artes, Educação Física, Sociologia e Filosofia. Segundo o Presidente Michel Temer, essas disciplinas serão optativas, cabendo à organização de Ensino colocar, ou não, na grade curricular da escola.

Diante de um cenário como este, é necessário reforçar a importância de todas as disciplinas que poderão ser optativas, em especial, a Sociologia, que muito esclarece os alunos, trazendo para a sala de aula o debate, promovendo o pensar e a produção do conhecimento científico.

De autoria de Nelson Dácio Tomazi e Amaury César Moraes, dois renomados autores e pesquisadores da área de ensino de Ciências Sociais, os vídeos da Coleção Sociologia no Ensino Médio é uma excelente alternativa para quem busca aperfeiçoar-se no ensino de sociologia e propagar o conhecimento.

Vídeo 1: Contexto e princípios gerais

Aborda as questões introdutórias da Sociologia, como: Para que serve a Sociologia? Ciência e senso comum. Uma breve história. Orientações Curriculares Nacionais (OCN´s). Os conceitos de Estranhamento e Desnaturalização, além da prática da da leitura sobre Sociologia e da escrita sobre Sociologia.

Vídeo 2: Teorias e conceitos: ferramentas do pensar sociológico

Aborda as questões filosóficas da construção do pensamento sociológico, como: Teorias, conceitos e temas. Origens sociais do conhecimento. Teorias e conceitos têm uma história. Pesquisa e o trabalho do pensamento. Trabalha os temas: “comunidade e sociedade”; “ideologia” e “pluralidade cultural e racial”.

Vídeo 3: Temas sociológicos

Aborda questões do olhar social, que transformando temas em temas sociológicos e a formação do professor.

Vídeo 4: Questões prátias

Aborda questões focadas para a disciplina do Ensino Médio, como: Como fazer um programa de sociologia para o ensino médio. Formatos e dinâmicas de aula. Utilizando diferentes ferramentas. A leitura. Trabalhando com imagens. Aprender e ensinar a ver. A pesquisa como forma de ensino e, por fim, A avaliação.

Essa coleção é praticamente uma preparação para todo docente que vai começar sua trajetória no Ensino Médio! #Recomendamos não só assistir, mas refletir, questionar, vislumbrar e acreditar que será capaz!

Por Cinthia Almeida

Fotos: Grafite nos viadutos da Av. 9 de Julho – Parte 2

Pensando na arte que brota do concreto, convidei um amigo para fazer um ensaio dos Grafites que dão vida aos viadutos e escadas da Av. 9 de Julho, região do Terminal Bandeira. As fotos foram tirados por Nelson Martinez que se permitiu olhar de forma viva para a vida que lhe saltava os olhos! Essa é a Parte 2 do ensaio… veja a Parte 1

Fotos: Grafite nos viadutos da Av. 9 de Julho – Parte 1

Pensando na arte que brota do concreto, convidei um amigo para fazer um ensaio dos Grafites que dão vida aos viadutos e escadas da Av. 9 de Julho, região do Terminal Bandeira. As fotos foram tirados por Nelson Martinez que se permitiu olhar de forma viva para a vida que lhe saltava os olhos! Essa é a Parte 1 do ensaio… veja a Parte 2

Informativo: Semana de Ciências Sociais e História (23/09)

A Semana de Ciências Sociais e História fecha seus encontros com um debate muito pertinente e urgente: Escola Democrática X Escola sem Partido. Um tema super delicado que requer muita reflexão sobre: O que se quer com esse projeto? Qual é a real motivação para limitar a atuação dos docentes?

Para saber argumentar, analisar e contestar, mesmo que seja um processo estranho para os opositores, é necessário conhecer o projeto, acessar o site, saber o que estão propondo, pois á máxima que diz: Para combater o inimigo, é preciso conhecê-lo, é válida e nos traz o tamanho da urgência que devemos encarar esse assunto.

dsc01104O Profº Dr. Antonio Simplício de Almeida Neto abriu o debate fazendo exatamente isso, mostrou o site para a platéia, leu o conteúdo, que está publicado para quem tiver a curiosidade (Projeto Escola sem Partido), e fez argumentações sobre todos os pontos que ferem a LDB (Lei de Diretrizes e Bases) mostrando sua visão sobre o projeto e a inviabilidade do mesmo. Logo em seguida, o Profº Dr. Antonio Joaquim Severino, complementou o debate, reforçando os pontos delicados e chamando atenção para o assunto não cair no esquecimento. Por fim, o Profº Moisés compartilhou sua recente vivência como docente em Sociologia, relatou momentos vividos em sala de aula e relacionou esses fatos com o projeto que, no seu relato, é impossível ser praticado, visto que, a escola é um ambiente público, no qual todos os alunos possuem individualidades e realidades sociais diferentes.

ANTES DO DEBATE…

Abrindo a noite, tivemos a apresentação da Coreografia Ditolinhadura (com o grupo Corpo Molde de Dança), que apresentou um belíssimo número de dança e expressão cujo o tema foi a Ditadura. #EmBreveVídeos

Ao ser perguntando como foi feita escolha do tema para a coregrafia, o grupo respondeu que a ideia inicial era expressar sobre o Holocausto, mas fizeram uma reflexão e concluíram que, antes de olhar para fora, tinham que olhar para dentro. Escolha muito temporal, pois, a Ditadura é nossa história, tem que ser lembrada para não ser repetida.

A Semana de Ciências Sociais e História foi muito produtiva e feliz ao trazer temas tão importantes que necessitam de debate, reflexão, projetos de políticas públicas, conhecimento da população e urgência em sua execução. Parabéns para o corpo docente que organizou e proporcionou esses encontros e obrigado a todos os alunos que deram o prazer da presença e colaboraram muito para que os debates acontecessem de forma positiva e enriquecedora!

Por Cinthia Almeida

Informativo: Semana de Ciências Sociais e História (Noite – 22/09)

A Semana de Ciências Sociais e História, recebeu na noite de hoje (22/09) o tema: Direito à Memória, com exibição do filme de Tata Amaral: Trago Comigo, que relata fatos vividos pelo personagem principal na época da Ditadura.

O filme é interessante porque mistura teatro e cinema e demonstra a importância de se ter viva a memória para que a vida não se perca em meio ao cotidiano caótico. Logo após o longa, abri-se para o debate do tema Ditadura, onde os convidados falaram um pouco sobre o filme e suas vivências na época da Ditadura.

dsc01033Paula Pretta falou como foi a preparação e as gravações do filme (que ocorreram em 2009) e ressaltou como ele é atual e necessário. Os outros dois convidados (Anivaldo Padilha e Cida Costa) foram militantes políticos na Ditadura e contaram como vivenciaram essa época e como faram suas prisões.

Quando encontramos pessoas que usam das suas lembranças como arma para combater a violência, a tirania e a falta de respeito pelo povo, não tem como não se sentir tocado e se emocionar, afinal, como disse Anivaldo, durante o debate: “Um país sem memória, é um país sem história!”

Veja o filme que foi usado como introdução para debater o tema: Direito à Memória

SEMANA DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HISTÓRIA

cenario-cidade-grafite_OK_ZUPI

2º Semestre de 2016 A Semana de Ciências Sociais terá a participação do curso de História (todos os semestre da unidade Memorial), e por conta disso, o evento se chamará: Semana de Ciências Sociais e História.😉

Informativo: Semana de Ciências Sociais e História (Manhã – 22/09)

A Semana de Ciências Sociais e História, recebeu no evento de hoje, cujo tema era Inclusão, representantes da luta pela inclusão do Imigrante (Profº Felipe Yañes), do Deficiente (Profª Cintia Vieira) e do Negro (Dr. Elizeu Lopes Soares).

dsc00982O debate foi rico e trouxe uma reflexão profunda sobre a questão das mais diversas formas de exclusões que acabam se juntando em uma única luta: A Inclusão Social. Para o negro é uma questão de reparação histórica, a sociedade brasileira tem uma dívida com as raízes africanas que fazem parte da origem da nossa história. Para o imigrante é uma questão de acolhimento verdadeiro e para os deficientes, uma questão de oportunidade de ser e de existir como cidadãos.

A abertura do evento ficou por conta do Grupo Vopo (trabalho desenvolvido pelo Profº Felipe na escola estadual que leciona). O grupo de adolescentes que usam da poesia para expressa seus sentimentos, ousaram com seus poemas autorais e na declamação de poemas clássicos! #VídeosEmBreve

PalestraSobreInclusaoUninove

SEMANA DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HISTÓRIA

cenario-cidade-grafite_OK_ZUPI

2º Semestre de 2016 A Semana de Ciências Sociais terá a participação do curso de História (todos os semestre da unidade Memorial), e por conta disso, o evento se chamará: Semana de Ciências Sociais e História.😉

Informativo: Semana de Ciências Sociais e História (21/09)

EduardoMatarazzoSuplicy_naUninoveMemorial

BandaKolophoniumCienciasSociasUninove

A Semana de Ciências Sociais e História, que tem como tema: A Cidade e o Direito, teve em seu primeiro dia de evento (21/09) a apresentação musical da Banda Kolophonium (formada por alunos de Ciências Sociais da Uninove), que encantou a todos com o talento musical e a presença vibrante! Logo após, tivemos em como convidado palestrante, Eduardo Matarazzo Suplicy, que trouxe para a mesa sua ampla experiência acadêmica e política, focando na atuação como Secretário da pasta de Direitos Humanos (na Prefeitura de São Paulo).

Em resumo, Suplicy explicou todo o trabalho feito nas áreas de atuação da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania, as políticas públicas que já existem no planejamento social da cidade de São Paulo. Para conhecer melhor o trabalho social que acontece em toda o município, vamos listar os projetos e deixamos o convite para o leitor visitar as páginas de cada um:

SandraMatiasAlunaLilianESuplucy

SEMANA DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HISTÓRIA

cenario-cidade-grafite_OK_ZUPI

2º Semestre de 2016 A Semana de Ciências Sociais terá a participação do curso de História (todos os semestre da unidade Memorial), e por conta disso, o evento se chamará: Semana de Ciências Sociais e História.😉

Agenda da Semana de Ciências Sociais e História

 

cenario-cidade-grafite_OK_ZUPI

2º Semestre de 2016 – A Semana de Ciências Sociais terá a participação do curso de História (todos os semestre da unidade Memorial), e por conta disso, o evento se chamará: Semana de Ciências Sociais e História.😉

O tema já foi divulgado: A Cidade e o Direito, os eventos ficaram em torno do tema, trazendo debates e olhares para o que chamamos de cidade e que entendemos por direitos!

agenda

Palestra: A cidade de São Paulo e os Direitos Humanos

Palestrante: Eduardo Matarazzo Suplicy

Quando: 21 de setembro de 2016 / Onde: Auditório (Bloco C) / Horário: 8h30 às 11h30

 

______________________________________

agenda

Evento: Comunicação de Ex-alunos das Ciências Sociais e da História sobre projetos Pedagógicos e Pesquisas

Quando: 21 de setembro de 2016 / Onde: Salas 815 e 816 (Bloco D) / Horário: 19h30 às 22h30

.

 

______________________________________

agendaMesa: Cidade e Inclusão Social (Negros, Latinos e Indígenas)

Palestrantes: Profº Felipe Yañes (Projeto Diversidade Latino Americana) e Elizeu Lopes Soares (Secretário Adjunto da Igualdade Racial da Prefeitura de São Paulo)

Quando: 22 de setembro de 2016 / Onde: Auditório (Bloco C) / Horário: 8h30 às 11h30

______________________________________

agendaEvento: Apresentação do filme Trago Comigo (de Tata Amaral) com debate

Convidados: Paula Pretta (Atriz) e Profº José Lúcio da Silva Menezes

Quando: 22 de setembro de 2016 / Onde: Auditório (Bloco C) / Horário: 19h30 às 22h30

______________________________________

agenda

Evento: Comunicação de Ex-alunos das Ciências Sociais e da História sobre projetos Pedagógicos e Pesquisas

Quando: 23 de setembro de 2016 / Onde: Salas 426 e 427 (Bloco D) / Horário: 8h30 às 11h30

 

 

______________________________________

agendaAbertura: Apresentação da Coreografia Ditolinhadura (com o grupo Corpo Model de Dança)

Mesa: Escola Democrática X Escola sem partido

Convidados: Profº Antonio Severino e Antonio Simplício de Almeida Neto

Quando: 23 de setembro de 2016 / Onde: Auditório (Bloco C) / Horário: 19h30 às 22h30

 

Para Entender o Texto – Leitura e Redação (Platão & Fiorin)

paraentenderotextoleituraredacaoOlá leitor!

Você é tem dificuldade quando precisa desenvolver textos, sejam acadêmicos ou filosóficos? E a sua leitura? Só consegue abrir um livro quando é de extrema importância para os estudos ou como complemento na vida profissional? Se você respondeu sim para as duas perguntas, não fique triste, pois não está sozinho!

Temos uma “cultura” de não leitores e não escritores predominantes na nossa sociedade. A famosa frase que: brasileiro não gosta de ler, é uma realidade provada em pesquisas (No Brasil, 54% não consomem livros literários por vontade própria), que já foram bem pessimistas, mas hoje em dia já mostram um interesse maior pela leitura, o que facilita o desenvolvimento de textos e interpretação.

Pensando em ajudar de forma simples, sem a complexidade da gramática, que é importante, mas não essencial para despertar o gosto pela leitura e melhorar a escrita, aumentando o vocabulário e o entendimento do uso e emprego das palavras nas suas mais diversas formas e significados, indicamos o livro: Para Entender o Texto – Leitura e Redação (Platão & Fiorin)

O autor não usa a gramática como base, ele apenas leva o leitor ao universo dos textos, mostrando com imagens, poemas e citações dos clássicos da Literatura Brasileira. Esse método deixa a experiência mais agradável e acessível, a leitura não é cansativa e nem complexa, é convidativa e envolve a cada página! #BaraLer 😉

Por Cinthia Almeida